Plantios abandonados de Hevea guianensis Aubl. e seu potencial para créditos de carbono na Floresta Nacional do Tapajós

Contenido principal del artículo

Karla Mayara Almada Gomes
Talita Godinho Bezerra
Lizandra Elizeário dos Santos
João Ricardo Vasconcellos Gama
Thiago de Paula Protásio

Resumen

A capacidade de capturar gás carbônico (CO2) da atmosfera é um dos vários serviços ecossistêmicos oferecidos pelas florestas e a espécie Hevea guianensis Aubl. se destaca como potencial sumidouro de CO2. O objetivo deste trabalho foi estimar o potencial de créditos de carbono na madeira de seringueiras em plantios abandonados na Floresta Nacional do Tapajós. Nos anos de 2013 e 2018 foram realizados inventários 100 %, em que se registrou a circunferência e altura das árvores. Calculou-se o carbono fixo (MgC ha-1), o carbono equivalente (CO2(eq) ha-1) e foi realizada a conversão em créditos por hectare (US$ ha-1), a partir do Sistema Europeu de Negociação de CO2 eq. Em 2013 foram inventariadas 2.965 seringueiras e, em 2018, foram inventariadas 2.927. Apesar da morte de algumas árvores no intervalo de 5 anos, foi estimado um total de 72,3103 MgC ha-1, em 2013, e 73,3708 MgC. ha-1, em 2018, resultando em um incremento corrente anual de 0,2121 MgC.ha-1, reduzindo 0,7777 CO2(eq) ha-1 ano-1, o que possibilitaria uma receita anual de US$ 515,90. Dessa forma, concluiu-se que o potencial de geração de créditos de carbono identificado nos seringais pode agregar valor à floresta, resultando em uma adicionalidade à renda da população tradicional, tornando-se um diferencial para a conservação da Unidade de Conservação.

Detalles del artículo

Cómo citar
Almada Gomes, K. M., Godinho Bezerra, T. ., Elizeário dos Santos, L. ., Vasconcellos Gama, J. R. ., & de Paula Protásio, T. . (2020). Plantios abandonados de Hevea guianensis Aubl. e seu potencial para créditos de carbono na Floresta Nacional do Tapajós. Revista Forestal Mesoamericana Kurú, 16(42), 1-7. https://doi.org/10.18845/rfmk.v16i42.5542
Sección
Artículos científicos

Artículos más leídos del mismo autor/a